O que toda mãe de primeira viagem deveria saber antes do parto?

O que toda mãe de primeira viagem deveria saber antes do parto?

Eu acredito que toda mãe de primeira viagem deve ter informação, muita informação! É muito comum as pessoas não se prepararem pra maternidade, mas eu falo sempre e repito: tenha uma rede confiável de informação. Tudo fica mais leve e fácil quando temos conhecimento. Por isso, estude, leia, faça cursos, converse com amigas que você admira e confie muito na sua equipe médica.

Ter um filho é uma das coisas mais lindas e especiais do mundo, mas também é o momento mais desafiador e significativo da nossa vida. Afinal, estamos criando pessoas, as próximas gerações. Quer algo mais importante que isso? 😉

E vocês, o que acham? Recebemos no nosso Instagram muitas mensagens com coisas que toda mãe de primeira viagem deveria saber e selecionamos 40! Confira:

  1. Terão momentos difíceis. Talvez vc erre algumas vezes e está tudo bem. Curta mais e se cobre menos.
  2. Que estude! Que leia muito! Que pratique o autocuidado. Que precisa olhar pra si e ser cuidada para então conseguir cuidar com assertividade. Que é difícil pacas. Que vai dar vontade de fugir e ao mesmo tempo de ficar grudada. Mas que estude, leia e reflita muito pra que se mantenha o mais consciente possível durante a jornada.
  3. Que mãe é tão importante quanto o filho. Ela precisa estar bem. E que amamentar pode não rolar, e ela não é menos mãe por isso..
  4. Que tudo vai passar….apesar de você se sentir numa roda punk sem fim.
  5. Que a amamentação é o maior desafio.
  6. Que vc sai muito menstruada do parto, que na maioria dos casos chora uns 15 dias sem fazer ideia de porque, que não te apaixona pelo neném de primeira, isso vai acontecendo aos poucos, que a amamentação não é tão lindo e natural assim, tem que ficar, sofrer até chorar se dor até se ajeitarem..
  7. Que o recém nascido não dorme 18 horas como dizem, mas sim chora umas 18 horas por dia.
  8. Que tudo vai passar!
  9. Que não haverá sono regular por muitos meses. Que, nos 3 primeiros meses o sono, da noite, poderá nem existir: isso mesmo! Não é exagero. É a realidade simples assim. Ou seja: mamães e papais, principalmente as mamães, e principalmente se o neném estiver mamando só no peito, dormirão pouco, muito pouco. Esse fato foi o que mais me afetou no pós parto.
  10. Sobre sono e rede de apoio! Nem toda ajuda realmente ajuda!
  11. Tantas alterações hormonais , que tudo muda de uma hora pra outra.
  12. Tudo passa, das melhores coisas as difíceis que imaginamos que não terão fim ☺️
  13. Que a amamentação não é linda e fácil como nas publicidades, mas que cada cidade tem o Banco de Leite e que lá tem anjos que nos ajudam e muito nessa fase; que as cólicas são terríveis; que nem tudo que planejamos vai se concretizar… e que o Amor por aquele “serzinho” é infinitamente maior do que a gente imaginou… 💕💙
  14. Ser mãe não é tão bonitinho como nos comercias da TV. É desesperador, mas passa 💙
  15. Que o cansaço e fora do normal coisa de outro mundo.
  16. Tenha um pediatra que te passe confiança e que você tenha comunicação assim que o bebê nascer.
  17. Que a mãe e o bebê só precisam de amor e aconchego 🙏 para ela se respeitar, ter calma e acreditar na vida. 😘🙏
  18. O primeiro mês é o mais difícil porque tudo é novidade e o mais cansativo também. E a gente aprende no dia a dia. Então, não se desesperem.
  19. Planeje e tenha uma equipe humanizada. Não de importância se pariu ou se foi cesária. A hora do “vamos ver” mesmo é depois do parto.
  20. Que você terá força para passar por todas as noites em claro e por todos os desafios.
  21. Siga seu coração e sua intuição. Observe se bebê. Tudo passa.
  22. Que momentos difíceis são normais e que todas passam, por mais que alguns digam que tudo é lindo! Siga seu coração que você fará o melhor para seu filho! Tudo vai passar.
  23. Hormônios pós parto, sim, eles aparecem para qualquer uma, não, eles não são tão fáceis , mas com rede de apoio eles ficam mais amenos! Não se frustre se vc não conseguir amamentar, vc não será menos mãe por isso, batalhe e comemore pelo bem estar do seu filho. Cada dia um novo aprendizado; as gripes , o nariz entupido, um número dois diferente vão tirar seu sono, vão deixar vocês pilhadas mas vc terá uma força (eu não sei de onde vem , mas terá) e tudo ficará bem.
  24. Que os dias são longos, mas os anos são rápidos!
  25. Ler muito sobre o sono dos bebês, das sonecas, dos saltos do desenvolvimento. Ter muita auto estima é se prepara pra ter alguém pra ajudar a olhar o bebê nem q seja por 2h. Pq é muitooooo cansativo, sua energia vai mo 0… e ninguém cuida da gente…. só olham pro bebê.
  26. Que o bebê será sua maior e melhor companhia.
  27. Acho importante saber sobre o puerpério e como mexe com as emoções da mulher e que a amamentação não é linda e simples como mostram nas propagandas, dói e o seio racha e as vezes sangra e pode dar mastite.
  28. Que o amor é tão grande que dói. E dói muito. ❤️
  29. Que amamentar não é um processo natural e instintivo, como dizem… é um desafio e você precisa estar muito bem preparada para tudo dar certo.. E que o bebê não nasce sabendo dormir sozinho (como fazia no útero).
  30. Que precisa ter paciência, disposição, doação, sabedoria e muito amor!
  31. Que noites de sono tranquilas .. JAMÉ (jamais)
  32. Mesmos os momentos mais difíceis passa e a gente sente falta .. curta todas as etapas difíceis ou não.
  33. Sobre violência obstétrica. Todas as formas, desde um intervenção como a episiotomia até ao tratamento inadequado com ofensas e comentários vexatórios. Algo que muitas mulheres vivem no momento do parto e muitas nem sabem que o que estão passando é uma violência de direito.
  34. Que o bebê desincha depois do nascimento dando uma falsa sensação que ele perdeu peso.
  35. Que sling é vida! Acalma o bebê, faz ele dormir melhor, te deixa com as mãos livres, dá menos dor nas costas.
  36. Que cada bebê é um bebê. Não se sinta culpada caso seu bebê não seja tão calminho quanto a da filha da vizinha. Vc não está fazendo nada errado. É uma fase e vai passar ❤️
  37. Plano de parto. A mulher deve escolher o que for melhor pra ela, seguir o seu coração e as recomendações médicas.
  38. Que seu bebê irá te amar independente de como você faça ou ele nasça!
  39. Procure o máximo de informação sobre tudo!! Principalmente sobre amamentação…
  40. Que a maternidade não é fácil! Que tem dias que a gente se pergunta “o que nós fizemos?” e que se sentir assim também é normal, que é só uma fase e que ela passa! Ah, e também, que amamentar não é lindo e fácil.
DESCUBRA:  O que é a massagem Shantala? E como fazer no seu bebê

Fonte: Blog Cheguei ao Mundo


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Faça agora seu chá de bebê online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *